Desnecessariedade

Autor: Maria Sangrenta


Cadastrado em 20/11/2023
0

R$ 230,00

Data: 2023
Tipo de obra: Pintura
Técnica: Acrílico sobre a tela
Dimensões: A 50,00 x L 30,00
Localização: São Paulo, Brasil
Cor primária: Cor secundária: Descrição:  Os tais heróis da minha filosofia. "Guerrilheiros" de um sonho. Pedestrais daqueles que desejam mortalizar aquilo que nem consegue ser mortal. 
 Quando se mantem e com uma manutenção contínua, é para manter o belo de alguma idéia ou de qualquer coisa que figure a tristeza do ego do fracasso. Do medo de existir do próprio criador da existência. Marcham sem saber para o que achando que estão bem e co-relacionados com a sua "antiga" natureza e próximos a potência.
 É a punição dos fracassados sob os fracassados com as visões de aberrações. A desnecessária luta e idealização do imortal.

 Tirar foto desses quadros é bem laskado (com "k" propositalmente). Eu reviro a casa toda pra achar pelo menos um canto que dê pra enxergar uma laska das texturas da pintura. Minhas pinturas reagem com a luz. São vivas. Literalmente. Organismos. 
 Me quebra ainda porque impossibilita de enxergar todo o detalhe trabalhado nas anatomias, como nesse quadro que corpo do homem é cheio de pneus, encorpado. É possível sentir a sua pele e os ossos. O seu cheiro. O movimento dos órgãos trabalhando e pulsando e os sangue nas veias. Impossibilta de ver o renascimento da antiga darkart das eras renascentistas e das artes do estilo grego que literalmente incorporavam o "grotesco" do biológico e do orgânico. Dos detalhes das peles e gorduras.

Fotos da obra

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
OK